segunda-feira, 13 de maio de 2013

Médico da maternidade é indiciado por abandono de função


O médico ginecologista Gilson Lima apresentou-se após notificação policial, no final da tarde de ontem, à delegacia geral de polícia de Cruzeiro do Sul. A direção da unidade o acusou formalmente de abandono de função pública.
Segundo a direção da unidade, o mesmo não estava presente durante o seu plantão neste domingo. As duas partes foram ouvidas pelo delegado. Segundo médico haviam duas escalas sendo cumpridas: uma escala regular (formal) e outra escala irregular (informal) e que o mesmo cumpria a escala regular e que no seu entendimento, portanto, não houve crime.
Segundo a direção da unidade, a escala é confeccionada pelo secretário adjunto de saúde e que todos devem ser submetidos a ele. Foi lavrado um termo circunstanciado de ocorrência e o médico foi liberado, encontrando-se à disposição da justiça.
Em carta encaminhada ao Sistema Juruá de Comunicação, o médico alega o não-pagamento de benefícios referentes à plantões extras e a sobrecarga de trabalho para o não-cumprimento do plantão.
O caso foi encaminhado à justiça.
Fonte: Redação Juruá On Line

2 comentários:

  1. vai trabalha vagabodo

    ResponderExcluir
  2. Ei Leandro, garoto analfabeto o anônimo acima. Vai estudar burrinho!

    ResponderExcluir